Participe neste blog...

...enviando a sua mensagem para aqui.

Últimas...

...notícias sobre FC Porto

...referências em blogs sobre FC Porto

Links

Posts recentes

Estou enojado

O nosso FC Porto

A Luz que inspira - JOÃO,...

PORTISTAS ... ESTA É À NO...

Vamos ao penta

Brevemente...

lucho

...

Calma

LOLOL

Carrega Por...

LUCHO GONZALEZ

Quais os melhores reforço...

ÁLVARO PEREIRA É REFORÇO ...

DOBRADINHA À MODA DO PORT...

DOBRADINHA À MODA DO PORT...

Encontre o seu par, avent...

TRISTE REALIDADE

coisas ridiculas

Tripas à Jesualdo

BETTENCOURT ELOGIA MODELO...

taça de portugal

BENFICA FAZ SIMULACRO

...

TETRACAMPEÃO

TETRACAMPEÃO

Dragao do tetra

FC PORTO - DEFESA MENOS B...

O TETRA ALI AO DOBRAR DA ...

mensagem

porto

calabote

TENHO ORGULHO DE SER PORT...

CELEBRAÇÃO PASCAL

UM PORTO DE HONRA

MST - 07ABR09

Orgulho de ser Portista!!...

ESTRELA DA AMADORA-BENFIC...

JUSTA HOMENAGEM

Tags

adepto

adeptos

adriaanse

adriaansen

apito dourado

benfica

benfiquista

boavista

campeao

campeoes

co adrianse

comunicado

demissão

diego

ditadura

dn

dragao

dragões

dragoes

f.c. porto

fcp

fcp. portista

fcporto

futebol

golos

hugo

jacobus treinador fcp

jaime pacheco

jesualdo

jesulado

lisboa

manuel josé

mourinho

mouros

pc

pinto costa

postiga

presidente

professor

rui barros

sad

seriedade

slb

sokota

super

timoneiro

treinador

treinadores

vale azevedo

viseu

todas as tags

Arquivos

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Subscrever feeds

blogs SAPO
Terça-feira, 1 de Julho de 2008

Frutinha à FCP

Então e a frutinha e tal??Julgamento e tal?! Naaaaa, não me parece, o que me parece é que o Orelhas bateu com a cabeça nas paredes mais uma vez, e todos os befiquistas, que estão sempre à espera da queda do FCP...esperem meus queridos...esperem... quem espera sempre alcança :D! Entretanto vão comendo muita fruta, saladinha de frutas à PC...faz bem à azia!!!!!

FCP sempre....
publicado por comunidade às 17:29
link do post | comentar | favorito
6 comentários:
De pedro a 7 de Julho de 2008 às 01:37
lol e bem verdade.
olha podes me dizer qual a empresa que faz segurança no estadio do dragao?
De Tripeiros vão pró... a 7 de Julho de 2008 às 23:35
A empresa chama-se "Rabicholas da Ribeira, Lda."
De Tripeiros vão pró... a 6 de Julho de 2008 às 16:36
Apito Final
João Abreu acusa presidente do CJ de coacção para "obter tese favorável ao FC Porto e Boavista"
06.07.2008 - 08h34 Lusa
O conselheiro João Abreu acusou hoje o presidente do Conselho de Justiça (CJ) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), António Gonçalves Pereira, de coagir os membros do órgão para "obter uma tese favorável ao FC Porto e Boavista".

Em declarações à Lusa, João Abreu sustentou que Gonçalves Pereira "teve uma actuação insistente e prepotente, tanto para os conselheiros como para os funcionários da FPF", "desvirtuou o espírito colegial" do CJ e "denegou os princípios da ética".

"Gonçalves Pereira tentou pressionar os conselheiros no sentido de obter uma tese de vencimento favorável ao FC Porto e ao Boavista", denunciou João Abreu, conselheiro que o presidente do CJ tentou impedir de se pronunciar na reunião de sexta-feira sobre os recursos apresentados pelo presidente do FC Porto, Pinto da Costa, no âmbito do processo Apito Final.

João Abreu recordou que as pressões começaram a 16 de Junho, em reunião destinada a discutir a admissão das escutas telefónicas realizadas no âmbito do denominado "caso da fruta", em que Pinto da Costa é acusado de oferecer o serviço de prostitutas à equipa de arbitragem chefiada por Bruno Paixão, nomeada para o FC Porto-Estrela da Amadora, da época 2003/04.

"Eu posso votar e apresentar relatórios, mas para o Apito Final já não podia. O que iria suceder era que o presidente do CJ sabia da minha posição nos recursos e se ele me impedisse de votar, o conselho ficava reduzido a seis elementos e ele exercia o voto de qualidade e a decisões seriam diferentes", concluiu, em análise ao despacho de impedimento apresentado por Gonçalves Pereira.

Considerando que "é muito grave o que aconteceu", João Abreu, relator do recurso de Pinto da Costa no denominado "caso da fruta", revelou que Gonçalves Pereira o pressionou "durante meia hora ao telefone" para mudar de posição quanto às escutas telefónicas, após a reunião de 16 de Junho.

"Ficou patente que a minha posição era no sentido de a prova (escutas telefónicas) ser junta ao processo. O senhor Gonçalves Pereira contestou e, a partir dessa reunião, entrámos num processo que visava pressionar os conselheiros", salientou o vogal do CJ.

O conselheiro, indicado pela Associação de Futebol de Setúbal, revelou que o presidente do CJ "também telefonou a Salema dos Reis", membro do órgão de justiça federativo que esteve ausente na reunião de 16 de Junho, por se encontrar no estrangeiro, "no sentido de forçá-lo a tomar uma posição favorável ao FC Porto e ao Boavista".

João Abreu referiu que Gonçalves Pereira tentou afastá-lo da votação dos três recursos de Pinto da Costa na reunião de sexta-feira com um "falso argumento", uma vez que "não existe qualquer tipo de impedimento para exercer qualquer cargo na FPF".

"Integro o colégio de peritos árbitros nomeados pela FPF para a matéria de fixação de indemnizações de formação de jogadores e o único impedimento como juiz árbitro é que não posso julgar processos de clubes da associação que me indicou", sublinhou.
De Tripeiros vão pró... a 6 de Julho de 2008 às 16:35
(CONT) O jurista considerou estranha a forma como lhe foi apresentada a intenção de impedimento, recordando que "foi chamado à sala de reuniões da Direcção da FPF, no sétimo andar, onde estavam apenas Gonçalves Pereira e João Leal", este último do departamento jurídico da FPF.

"Pouco depois das 17h00, constatei que o presidente do CJ saiu da reunião. Alguém me pediu, baixinho, que fosse ao sétimo lugar, onde Gonçalves Pereira me informou que eu ia ser notificado de uma decisão dele, mas disse-lhe que estava numa reunião do CJ e que ele me fosse notificar lá", lembrou.

Na sala onde se reuniram os membros do CJ, Gonçalves Pereira apresentou então o impedimento, que não foi bem acolhido pelos conselheiros do órgão federativo, que pediram ao presidente que "retirasse o despacho" exarado por Gonçalves Pereira.

"Apresentei recurso para o plenário e Gonçalves Pereira não quis retirar o despacho e deu a reunião por encerrada, saindo da sala, para percorrer o sexto andar a ordenar aos funcionários que fizessem o que ele dizia, tentando impedi-los de continuar a assessorar o nosso trabalho", adiantou João Abreu.

Numa dessas situações, João Abreu lembrou que uma funcionária manifestou a sua recusa e, na presença de Gonçalves Pereira, telefonou a Gilberto Madaíl, "tendo recebido da parte do presidente da FPF o assentimento para continuar a prestar serviços de secretariado ao órgão" de justiça.

João Abreu foi mais longe e acusou Gonçalves Pereira de tentar impedi-lo de votar os recursos apresentados por Pinto da Costa, embora os acórdãos tenham sido produzidos pelo si.

O vogal do CJ reafirmou ainda que a reunião de sexta-feira, que confirmou a despromoção do Boavista à Liga de Honra e manteve a suspensão de dois anos a Pinto da Costa, "é perfeitamente legal", contrariando a afirmação de Gonçalves Pereira de que a mesma tinha sido encerrada às 18:00.

Um encerramento que João Abreu classificou de "ilegítimo" e "nulo", porque Gonçalves Pereira pretendeu "impedir que o requerimento da suspensão preventiva e imediata dele, apresentada por um conselheiro, fosse votada", além de "evitar a votação dos processos, porque entendia que os recursos iam ser rejeitados".

O conselheiro explicou ainda que os requerimentos do Boavista para o impedir de apreciar os recursos do clube "axadrezado" não podiam ser admitidos pelo relator, porque "a exposição nem sequer estava assinada por um advogado, o que é obrigatório".
De FCP-COMUNICADO a 5 de Julho de 2008 às 21:41
F.C. Porto em comunicado: «Recursos não foram alvo de decisão»

«1 - Os recursos apresentados pelo seu Presidente do Conselho de Administração, Senhor Jorge Nuno Pinto da Costa, não foram, nem de facto, nem direito, objecto de decisão, conforme resulta da pauta publicada e afixada na sede da FPF;

2 - Decorre das mesmas notícias que alguns membros do Conselho de Justiça (CJ) da FPF, após o jantar, encontraram-se na sede daquela, e, tardiamente e de forma inédita, um membro veio comunicar as suas «pretensas e aberrantes decisões».

3 - A F.C. Porto - Futebol, SAD manifesta a sua estranheza pela sucessão de incidentes ocorridos após o encerramento da reunião do CJ, cerca das 18h, conforme consta de acta, assinada e exibida em órgão de comunicação social, pelo respectivo Presidente, lamentando a forma como tudo isto foi conduzido;

4 - A urgência revelada por estes membros do CJ leva a questionar a sua verdadeira motivação, facilmente perceptível, atenta a forma precipitada e atabalhoada com que esta «manobra de diversão» foi artificialmente criada;

5 - Esta Administração não aceitou, nem aceitará, recados dados em conferências; apenas aceita e cumprirá deliberações tomadas em reuniões regular e legalmente convocadas.

6 - A F.C. Porto - Futebol, SAD mantém o exercício normal das suas funções, tendo como prioridade máxima a constituição de uma equipa de futebol que lhe permita continuar a ganhar dentro das quatro linhas;

7 - Em defesa do seu bom nome e honra, o Presidente deste Conselho de Administração, recorreu das decisões da CD da Liga, visando com esse recurso também, tal como disse em Conferência de Imprensa, defender o bom nome e a honra do F.C. Porto;

8 - Assim, permitindo que a validade das escutas telefónicas e a credibilidade de certos depoimentos, pudessem vir ser analisados pelos tribunais comuns ou superiores, com a isenção e imparcialidade, que o Direito e a Justiça impõem;

9 - Os infelizes eventos desta madrugada só vêm reforçar a convicção desta Administração na estratégia jurídica inicialmente adoptada;

10 - A F.C. Porto - Futebol, SAD aguarda serenamente a posição que os órgãos competentes da FPF virão a tomar sobre este imbróglio e que, de uma forma exemplar, identifiquem e punam os seus autores, quer morais, quer materiais, a bem do Futebol.

Porto, 05 de Julho de 2008

O Conselho de Administração»
De Anónimo a 5 de Julho de 2008 às 15:27
Comentário apagado.
De lobo a 9 de Julho de 2008 às 15:31
o palhaço podemos ate fazer isso tudo que tu escreves mas olha la nao temos jogos a durar 110 minutos nao andamso aos ombros com um africano naturalizado (eusebio)nao pagamos despesas com accoes sem valor numinal ,nao temos um traficante como presidente nem nunca tivemos bebados com tal (vilarinho) os nossos adeptos sao na maioria jovens e nao trolhas sabes nao vivemos a custa do pais e do governo somos dependentes de nos mesmos ....nao levamos os nossos clubes satelites para campos neutros para podermos ganhar ....nos entrevalos dos jogos nao ofereçemos camisolas aos arbitros ....ja chega .....antes de falares olha bem para dentro da tua casa ....e ve se nao fazes pior ....triste ...tu....

Comentar post